Apoie esta causa

Enfrentamento à Covid 19 no Amapá e norte do Pará

A Covid 19 chegou nas terras indígenas do Amapá e norte do Pará. São mais de 970 casos confirmados nas Terras Indígenas Parque do Tumucumaque e Paru d’Este. E mais de 421 nas Terras Indígenas do Oiapoque, onde faleceram 19 índios. Tanto Macapá quanto Oiapoque apresentam um alto número de infectados, os hospitais estão sobrecarregados.

Segundo o monitoramento realizado pela Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB), o Pará tem o segundo maior número de mortes de indígenas na Amazônia brasileira, e o Amapá o sétimo. Já são mais de 132 povos indígenas com casos confirmados e 661 mortes na Amazônia (até 27 de setembro). De acordo com o estudo da Unicamp, “Análise de Vulnerabilidade Demográfica e Infraestrutura das Terras Indígenas à Covid-19”, as Terras Indígenas do Amapá e norte do Pará têm índice de vulnerabilidade à Covid 19 entre alta e intensa. A transmissão comunitária já está confirmada em 6 Terras Indígenas das 10 que o Iepé atua nesta região.

Com a transmissão comunitária da Covid 19 se alastrando no interior das Terras Indígenas onde trabalha, o Iepé intensificou diferentes articulações interinstitucionais para poder apoiar os povos indígenas desta região, face a essa tragédia humanitária, que pode ceifar inúmeras vidas.

O Iepé está implementando um Plano de Enfrentamento à Covid 19 para apoiar os povos indígenas da região do Amapá e norte do Pará nesse contexto da pandemia. Você também pode contribuir em 10 Terras Indígenas dessa região. Faça uma doação e se junte a nós nessas iniciativas:

  • Instalação de 14 Unidades de Atendimento Primário Indígena, nas aldeias (Missão Tiriyó, Bona, Wajãpi, Manga, Kumarumã, Kumenê, Jatapuzinho, Kauwanamari, Santidade, Araçá, Zo´é, Kassawa, Riozinho e Mapuera), para atendimento de pacientes de leve e moderada complexidade, visando estabilização de pacientes e impedindo que evoluam para casos graves. Essas unidades contam com concentradores de oxigênio, macas, medicamentos e kits de EPI.
  • Apoio à a segurança alimentar, subsistência e bem estar das comunidades indígenas em seus territórios, principalmente naquelas mais populosas e que têm maior dependência de produtos da cidade, por meio do envio de insumos para atividades produtivas (pesca, caça, agricultura e coleta), cestas básicas e materiais de higiene.
  • Ampliação das redes de comunicação nas terras indígenas, nas aldeias que não possuem sistema de radiofonia, de modo a que não fiquem isoladas nesse momento em que a Covid 19 chegou nos territórios indígenas, bem como propiciem condições para dispersão territorial, garantindo maior isolamento e menor risco de contágio.

Essas e outras ações (como de monitoramento independente dos casos confirmados, produção de informações, apoio ao funcionamento dos polo-bases de saúde indígena nas aldeias…) estão sendo desenvolvidas pelo Iepé em articulação com as organizações indígenas da região e em parceria com

  • DSEI/SESAI – Distrito Sanitário Especial Indígena do Amapá e Norte do Pará
  • Funai – Fundação Nacional do Índio
  • Associação Expedicionários da Saúde
  • COIAB – Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira
  • Rainforest Foundation Norway
  • Nia Tero
  • Embaixada da França
  • Embaixada da Noruega
  • Greenpeace

Precisamos apoiar os povos indígenas a permanecerem em seus territórios. E oferecendo condições para suporte medicamentoso e ventilatório não invasivo é possível salvar vidas e evitar que a tragédia em curso se intensifique.

Contribua com essas iniciativas. Faça uma doação para seguirmos apoiando os povos indígenas do Amapá e norte do Pará a enfrentarem a Covid 19 em seus territórios.

Banco do Brasil 001
Agência 1544-X
Conta Corrente 18.568-X
Iepé – Instituto de Pesquisa e Formação Indígena
CNPJ: 05.398.088/0001-65

Doar via Paypal usando cartões de crédito utilizando o botão ou QR Code: