Iepé lança cartilha explicativa sobre a Pandemia da Covid-19

Começa a ser distribuída, nas aldeias do Amapá e norte do Pará, cartilha com informações sobre a pandemia da Covid-19 com orientações para se proteger do contágio

O Estado do Pará é o segundo estado em número de casos confirmados e mortes de indígenas pela Covid-19. O Amapá é o oitavo, na região amazônica. Até outubro, 1.689 casos foram confirmados, e 21 indígenas morreram.

Com o objetivo de fornecer informações sobre a pandemia da Covid-19, o que se sabe sobre a doença, testes e vacinas, bem como com cuidados necessários para se proteger e o que fazer  se aparecerem sintomas ou se a Covid-19 já chegou na aldeia ou em alguma família indígena, a Cartilha Pandemia da Covid-19 começa a ser distribuída nas Terras Indígenas do Amapá e norte do Pará.

A cartilha foi elaborada pela equipe do Iepé que vem desde março implementando um Plano de Enfrentamento à Covid-19 nas Terras Indígenas do Amapá e norte do Pará, em parceria com órgãos públicos e organizações indígenas e da sociedade civil.

“A transmissão comunitária da Covid-19 já chegou em muitas terras indígenas e as comunidades indígenas estão buscando formas de enfrentá-la. Disseminar informações corretas, relembrar cuidados básicos é fundamental. Até que tenhamos vacina disponível, e isso não acontecerá tão cedo, prevenir é a melhor estratégia. Foi com esse intuito que preparamos essa cartilha. Esperamos que ela possa contribuir com outras iniciativas que as comunidades indígenas estão tomando na região para se prevenir, como a criação de barreiras sanitárias e a diminuição do trânsito entre aldeia-cidade” afirmou Luís Donisete Benzi Grupioni, o coordenador-executivo do Iepé.

Com uma tiragem de 8 mil exemplares, a cartilha foi produzida com apoio da Embaixada da França e da Noruega no Brasil, e da Rainforest Foundation Norway e Nia Tero.

Acesse aqui a versão digital da cartilha: