Iepé contrata: Assessor para Fortalecimento de Organizações Indígenas do Povo Wajãpi

O Iepé – Instituto de Pesquisa e Formação Indígena é uma entidade da sociedade civil sem fins lucrativos, criada em 2002. Tem como missão contribuir para o fortalecimento cultural e político e para o desenvolvimento sustentável das comunidades indígenas localizadas no Amapá e norte do Pará. O Iepé proporciona assessoria especializada e capacitação técnica diversificada a estas comunidades para a gestão de projetos, valorização e gestão de patrimônios culturais, fortalecimento político e gestão territorial e ambiental. Sua atuação é pautada pelas demandas indígenas de formação e capacitação, visando o fortalecimento das formas de gestão comunitária e coletiva. Além disso, o Iepé se dedica a monitorar as políticas públicas indigenistas e ambientais que incidem sobre essas comunidades, agindo no sentido de influenciá-las positivamente para que os direitos destas populações enquanto povos diferenciados sejam respeitados.

O Iepé conta com uma equipe multidisciplinar, estruturada em programas e linhas de atuação, mantendo quatro escritórios: em Macapá, Santarém, Oiapoque e São Paulo. O cotidiano da instituição se divide em atividades institucionais, administrativas e em campo, nas aldeias.

O Programa Wajãpi é voltado ao povo indígena de mesmo nome e é desenvolvido pelo Iepé em parceria com o Conselho das Aldeias Wajãpi Apina e com a Associação Wajãpi Terra, Ambiente e Cultura (AWATAC), envolvendo atividades de assessoria e capacitação para as diretorias dessas organizações. Nos últimos anos, o Iepé vem apoiando as comunidades e organizações wajãpi na implementação do Plano de Gestão Socioambiental da Terra Indígena Wajãpi, que é pauta do trabalho de assessoria aos Wajãpi nos próximos anos. Entre as atividades em andamento, destaca-se o desenvolvimento e consolidação de cadeias produtivas sustentáveis. Os Wajãpi contam atualmente com uma população de cerca de 1.600 pessoas, vivendo em mais de 100 aldeias espalhadas em uma Terra Indígena de 607 mil hectares, localizada nos municípios de Pedra Branca do Amapari e Laranjal do Jari, no Amapá.

Mais informações sobre o Iepé e o Programa Wajãpi encontram-se em nosso site.

Informações sobre a vaga:

O assessor(a) para Fortalecimento das Organizações Indígenas do Povo Wajãpi irá contribuir para o fortalecimento do Conselho das Aldeias Wajãpi – Apina e da Associação Wajãpi Terra, Ambiente e Cultura (AWATAC) assessorando os coordenadores destas organizações na implementação e manutenção de rotinas administrativas e institucionais, na gestão de projetos e na comercialização de produtos das comunidades wajãpi. Seu local de trabalho será em Macapá, Amapá, com realização de algumas atividades na Terra Indígena Wajãpi, no mesmo estado.

Funções do cargo:
• Assessorar as diretorias das organizações wajãpi na gestão de projetos e fundos comunitários;
• Assessorar as diretorias das organizações wajãpi na comercialização de artesanato e outros produtos das comunidades da Terra Indígena Wajãpi;
• Assessorar as diretorias das organizações wajãpi na implementação e manutenção de rotinas administrativas e institucionais;
• Realizar ações de capacitação administrativa dos membros das diretorias das organizações wajãpi;
• Apoiar a organização e realização de reuniões, assembleias, intercâmbios e outras atividades desenvolvidas pelas organizações wajãpi;
• Apoiar a comunicação externa e interna das organizações wajãpi;
• Contribuir para a manutenção da documentação institucional e legal das organizações wajãpi;
• Sistematizar informações, produzir documentos e relatórios técnicos e financeiros, organizar prestações de contas, contribuir na elaboração de novos projetos.

Requisitos:
• Formação em nível superior compatível com as atribuições do cargo;
• Experiência em gestão administrativa e financeira de projetos;
• Experiência de trabalho junto a povos indígenas e/ou populações tradicionais;
• Interesse em trabalhar em contato direto com os Wajãpi;
• Bons conhecimentos em informática, habilidade nos programas do pacote Office e internet;
• Boa comunicação oral e escrita;
• Habilidade e facilidade para trabalho em equipe;
• Postura proativa, interesse em desafios e na solução de problemas;
• Conhecimentos sobre legislação referente a organizações da sociedade civil;
• Residência em Macapá;
• Disponibilidade para viagens e realização de trabalhos na Terra Indígena Wajãpi.

Condições:
• Salário compatível com nível de experiência e com o mercado;
• Regime de contratação CLT conforme legislação vigente;
• Contrato de experiência por 90 (noventa) dias;
• Benefícios: plano de saúde com cobertura nacional, seguro de vida e vale alimentação.

Documentos necessários para inscrição:
1) Curriculum Vitae;
2) Carta de intenções (a carta deve conter necessariamente a pretensão salarial);
3) Contatos de pelo menos dois profissionais que possam fornecer referências sobre o/a candidato/a.

A documentação solicitada deverá ser enviada para o email [email protected] indicando no assunto
da mensagem “Assessoria para Organizações Wajãpi”. Edital aberto até 8 de agosto de 2021
.